Informação

Este blog tem a modesta pretensão de divulgar somente orações CATÓLICAS, conforme a Santa Tradição da Igreja. Pedimos a caridade de nos informar eventual erro de digitação e/ou tradução, ou link quebrado (vejam o formulário no menu lateral). Gratos.

Pedido

"Aproveitemos o tempo para santificação nossa e dos nossos parentes e amigos. Solicitam orações, que estaremos rezando juntos, em união de orações aos Sagrados Corações."

.


"Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém."

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Pai Nosso meditado

Pai Nosso meditado


Nosso Senhor Jesus Cristo ensinando
Não diga “Paise você não vive como um filho.

Não diga “Nosso”, se você vive ilhado em seu egoísmo.

Não diga “que estais nos Céus”, se você pensa apenas nas coisas terrenas.

Não diga “santificado seja o Vosso Nome”, se você não O honra.

Não diga “venha a nós o Vosso Reino”, se você só pensa em acumular bens neste mundo.

Não diga “seja feita a Vossa vontade”, se você não aceita quando esta vontade é dolorosa.

Não diga “o pão nosso de cada dia nos dai hoje”, se, tendo-o, não se preocupa com as pessoas que não tem casa e nem meios.

Não diga “perdoai-nos as nossas dívidas”, se você guarda rancor do próximo.

Não diga “assim como nós perdoamos aos nossos devedores”, se não é capaz de perdoar.

Não diga “não nos deixeis cair em tentação”, se você tem a intenção de continuar pecando.

Não diga “livrai-nos do Mal”, se você não toma parte ativa na luta contra o Mal.

Não diga “Amém”, se você não leva a sério as palavras do Pai Nosso.

A partir de hoje, medite nas palavras das orações que você recita. Católicos não são meros repetidores de palavras vazias. Oração sem meditação, sem distanciamento do mundo, sem empenho e compromisso com o que se diz ou se pede... é mera repetição de palavras vazias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é eminentemente de caráter religioso e comentários que ofendam os princípios da fé católica não serão admitidos. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se garantem o direito de censurar.

.