.



"Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém."

Pesquisar neste blog

LEITOR - JUNTE-SE A NÓS!!!

Receba atualizações via e-mail

sábado, 8 de dezembro de 2018

Imaculada Conceição


Imaculada Conceição


Era o ano de 1823 (vinte anos antes da proclamação do Dogma da Imaculada Conceição). O diabo tinha possuído um jovem analfabeto de apenas 12 anos de idade, residente na atual província italiana de Avellino, na região da Campânia. Estavam na cidade dois religiosos dominicanos, o pe. Gassiti e o pe. Pignataro, ambos autorizados pelo bispo a realizar exorcismos.

Os sacerdotes fizeram uma série de perguntas ao diabo que possuía o garoto e, entre elas, uma foi sobre a Imaculada Conceição.

O diabo confessou que a Virgem de Nazaré jamais tinha estado sob seu poder: nem mesmo no primeiro instante de sua vida, pois Ela já foi concebida “cheia de graça” e toda de Deus.

Embora seja o “pai da mentira”, o diabo pode ser obrigado no exorcismo a dizer a verdade, inclusive em matéria de fé. Foi assim que os dois sacerdotes exorcistas o obrigaram a reverenciar Nossa Senhora e a louvar a sua Conceição Imaculada na forma de versos. Humilhado, o diabo se viu forçado em nome de Cristo a cantar a glória de Maria mediante um soneto em italiano, perfeito em construção e em teologia! Reproduzimos o original italiano e, em seguida, a tradução ao português:

Em italiano:


Vera Madre son Io d’un Dio che è Figlio
e son figlia di Lui, benché sua Madre;
ab aeterno nacqu’Egli ed è mio Figlio,
in tempo Io nacqui e pur gli sono Madre.

Egli è mio creator ed è mio Figlio,
son Io sua creatura e gli son Madre;
fu prodigo divin l’esser mio Figlio
un Dio eterno, e Me d’aver per Madre.

L’esser quasi è comun tra Madre e Figlio
perché l’esser dal Figlio ebbe la Madre,
e l’esser dalla Madre ebbe anche il Figlio.

Or, se l’esser dal Figlio ebbe la Madre,
o s’ha da dir che fu macchiato il Figlio,
o senza macchia s’ha da dir la Madre.


Em português:

Verdadeira Mãe sou eu de um Deus que é Filho,
E sou sua Filha, ainda ao ser-lhe Mãe;
Ele desde o eterno existe e é meu Filho,
E Eu nasci no tempo e sou Sua Mãe.

Ele é meu Criador e é meu Filho,
E Eu sou Sua criatura e lhe sou Mãe;
Foi divinal prodígio ser meu Filho
Um Deus eterno, e a mim ter por Mãe.

O ser quase é comum, da Mãe e do Filho,
Visto que o ser do Filho teve a Mãe, 
E o ser da Mãe teve também o Filho.

Ora, se o ser do Filho teve a Mãe,
Ou se há de dizer que foi manchado o Filho
Ou Imaculada há de se dizer a Mãe.




Tradução: Giulia d'Amore

Sempre que possível, fazei a caridade de rezar por este nosso apostolado católico. Agradecemos com nossas orações recíprocas.   

Informe aqui seu e-mail para receber as publicações do Thesaurus Precum: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é eminentemente de caráter religioso e comentários que ofendam os princípios da fé católica não serão admitidos. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se garantem o direito de censurar.

CALENDÁRIO 2019

CALENDÁRIO 2019
CLIQUE AQUI

Pedido

"Aproveitemos o tempo para santificação nossa e dos nossos parentes e amigos. Solicitem orações, que estaremos rezando juntos, em união de orações aos Sagrados Corações."