Informação

Este blog tem a modesta pretensão de divulgar somente orações CATÓLICAS, conforme a Santa Tradição da Igreja. Pedimos a caridade de nos informar eventual erro de digitação e/ou tradução, ou link quebrado (vejam o formulário no menu lateral). Gratos.

Pedido

"Aproveitemos o tempo para santificação nossa e dos nossos parentes e amigos. Solicitam orações, que estaremos rezando juntos, em união de orações aos Sagrados Corações."

.


"Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém."

terça-feira, 24 de maio de 2011

Oração de abandono à confiança absoluta em Deus

Oração de Madame Elizabeth 

(irmã do Rei Luis XVI)

 

Oração de abandono à confiança absoluta em Deus


O que vai acontecer comigo hoje, ó meu Deus?

Eu não sei. O que sei é que nada vai acontecer que não o tenhais previsto desde toda a eternidade.

Isto me basta, ó meu Deus, para ficar tranquila.

Adoro Vossos eternos e impenetráveis juízos e de todo meu coração a eles me submeto por Vosso amor. Eu quero tudo, eu aceito tudo, de tudo eu Vos faço um sacrifício; e uno este meu sacrifício ao de Vosso amado Filho, meu Salvador, pendindo-Vos, pelo Seu Sagrado Coração e pelos Seus infinitos merecimentos, a paciência em minhas penas e a perfeita submissão que Vos é devida, para tudo que Vos quiserdes e permitirdes.
(MEDITAÇOES PARA RELIGIOSAS – Pe. Raul Plus, SJ – Edição da União Gráfica, Lisboa, Portugal – 1ª. edição, 1946, p. 57).



E eu acrescentaria¹


Ó meu Deus!

Para Vos amar ainda mais, eu desejaria que as pessoas desta vida terrena me esquecessem, pois que eu não sou que um grão de areia nos olhos deles! Porque quando somos esquecido, não pensamos que em Vós, que sois o Amor!

"Deus Caritas est" - "Ubi Caritas et Amor, Deus ibi est"

Sofrer, oferecer os meus esforços, minhas provações, junto convosco, em Vós e por Vós, ó meu Deus! Que felicidade! Espero poder salvar minha alma, porque estou longe de ser perfeita e de ajudar muitas outras almas a se salvar! Se Vós precisardes de mim para lembrá-lo, me chamar de volta a Vós, quando eu for digno do Vosso Amor e de Vossa Graça, eu aceitarei com alegria e Vos pedirei de velar e de continuar a cuidar de minha família, meus amigos e benfeitores, para salvar as almas. Eu darei minha pobre vida por meus amigos, eu perdoarei aqueles que me fizer mal... É o maior dom que podemos fazer e, uma vez no Céu, eu espero que isto ajude alguns a refletir sobre seu estado e que isto lhes dê um vislumbre do Céu.

Tradução: Giulia d’Amore

¹ Do autor do blog original.

*

.