Marcadores

Pedido

"Aproveitemos o tempo para santificação nossa e dos nossos parentes e amigos. Solicitam orações, que estaremos rezando juntos, em união de orações aos Sagrados Corações."

Novidades!

Por Graça alcançada

Publico em agradecimento, por graça alcançada no dia de ontem. Inesperadamente, pois estávamos ainda no sétimo dia da oração.

GdA



PRECES E DEPRECAÇÕES DEVOTAS PARA CADA UM FAZER A JESUS CRISTO SALVADOR NOSSO, NO DECURSO DE TRINTA E TRÊS DIAS.

ESTAS SE DEVEM PRINCIPIAR EM QUALQUER SEXTA-FEIRA DO ANO, DIANTE DE UMA IMAGEM DE CRISTO CRUCIFICADO, COM UMA VELA ACESA. FEITA ESTA DEVOÇÃO COM MUITA FÉ, ALCANÇARÁ CADA UM O QUE PRETENDE E DESEJA, SENDO COÍSA LÍCITA E JUSTA




DIA PRIMEIRO. Sexta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará a honra que o Senhor fez a seus Discípulos dando-lhes a comer o seu Sagrado Corpo e a beber o seu precioso Sangue.
Oferecimento para todos os dias.
Minha querida Senhora, Mãe de meu Senhor JESUS Cristo. Misericórdia.
Chagas de meu Senhor JESUS Cristo. Misericórdia.
Sangue precioso de meu Senhor JESUS Cristo. Misericórdia.
Coroa de espinhos de meu Senhor JESUS Cristo. Misericórdia.
Cruz de meu Senhor JESUS Cristo. Misericórdia.
Lagrimas de meu Senhor JESUS Cristo. Misericórdia.
Sepulcro de meu Senhor JESUS Cristo. Misericórdia.
Morte de meu Senhor JESUS Cristo. Misericórdia.
Lagrimas da Virgem Maria minha Senhora. Misericórdia.
Ressureição de meu Senhor JESUS Cristo. Misericórdia.
Ascenção admirável de meu Senhor JESUS Cristo. Misericórdia.
Espirito Santo Consolador. Misericórdia.
Santíssimo Sacramento do Altar. Misericórdia.
Santíssimo Sacramento do Altar. Misericórdia.
Santíssimo Sacramento do Altar. Misericórdia.
Virgem puríssima admirável. Misericórdia.
Soberana Rainha dos Anjos. Misericórdia.

Puríssima Mãe de Deus e Templo da Santíssima Trindade, pela verdadeira fé que todos temos de que em vós se encerrou o Verbo Divino, com essa mesma vos pedimos, e pela Sagrada Paixão e Morte de Nosso Senhor JESUS Cristo, nos alcanceis o feliz despacho da mercê que nestas Preces vos pedimos, tudo para honra e glória de vosso querido Filho e vossa. Amém. PEDIR

DIA SEGUNDO. Sábado.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará e oferecerá à honra da dor que o Senhor sentiu quando fez oração a seu Eterno Pai, suando sangue, que correu pela terra.
DIA TERCEIRO. Domingo.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor sentiu quando os filhos da maldição o prenderam, contemplando os repelões e empuxões que lhe deram.
DIA QUARTO. Segunda feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra de quando levaram o Senhor a casa de Anás, contemplando a dor que sentiu quando lhe deram a bofetada.
DIA QUINTO. Terça feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que teve o Senhor quando o levaram a casa de Caifás e diante dele lhe deram os Judeus bofetadas e arrancaram seus Sagrados cabelos.
DIA SEXTO. Quarta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra de quando mostraram o Senhor ao Povo e o trouxeram às voltas e de rastos, e do sangue que então derramou.
DIA SÉTIMO. Quinta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor teve quando lhe fizeram perguntas e o acusaram com testemunhas falsas; e Caifás rasgou as vestiduras dizendo que blasfemara, e todos disseram que merecia a morte.
DIA OITAVO. Sexta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor sentiu quando o levaram a casa de Pilatos.
DIA NONO. Sábado .
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor sentiu quando julgaram ser Barrabás mais digno de lhe darem a vida.
DIA DÉCIMO. Domingo.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor sentiu quando Pilatos o mandou a Herodes, o qual escarneceu dele com toda a Corte e o vestiu com uma vestidura branca.
DIA ONZE. Segunda feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra de quando levaram o Senhor segunda vez a casa de Pilatos, puxando-o cruelmente pela corda e dando-lhe empuxões.
DIA DOZE. Terça feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor teve quando, defendendo-o Pilatos da morte, não o pôde conseguir e o mandou açoutar cruelmente.
DIA TREZE. Quarta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor teve quando lhe puseram a coroa de espinhos em sua Sacrossanta Cabeça e do muito sangue que derramou.
DIA QUATORZE. Quinta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor teve quando com uma cana lhe deram sobre a coroa de espinhos, dizendo-lhe: Deus te salve, Rei dos Judeus.
DIA QUINZE. Sexta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor teve quando com grande crueldade o despiram de todos os seus vestidos e lhe vestiram uma vestidura vermelha com grande escárnio.
DIA DEZESSEIS. Sábado .
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor teve quando Pilatos o mostrou por uma janela aos Fariseus e ao Povo, dizendo: Eis aqui o Homem; e de como o Senhor estava lastimoso e chagado, que apenas tinha semelhança de homem.
DIA DEZESSETE. Domingo.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor teve quando ouviu dizer aos Fariseus: Crucifica-o, crucifica-o.
DIA DEZOITO. Segunda feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor teve quando ouviu dizer aos Fariseus que o seu sangue caísse sobre eles e sobre seus filhos, dizendo Pilatos que lavava as mãos de seu sangue e de sua inocência.
DIA DEZENOVE. Terça feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor teve quando Pilatos lhe deu a sentença de morte de Cruz.
DIA VINTE. Quarta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará as afrontas, com que o Senhor foi levado a crucificar, pondo-lhe a Cruz aos ombros, com a qual caiu muitas vezes.
DIA VINTE E UM. Quinta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra de quando a santa mulher lhe deu o lenço com o qual o Senhor limpou seu Sagrado Rosto e nele ficou sua Santa Efigie.
DIA VINTE E DOIS. Sexta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor teve e sua Mãe Santíssima quando se viram entre a multidão de gente, e o buscou, desprezando-a os Judeus.
DIA VINTE E TRÊS Sábado .
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor teve quando com ímpeto o despiram, levando-lhe na túnica a pele que pelas suas Sacrossantas Chagas estava pegada, sendo assim pregado na Cruz, no alto do monte Calvário.
DIA VINTE E QUATRO. Domingo.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da grande dor que o Senhor teve quando levantaram seu sagrado corpo, já pregado na Cruz.
DIA VINTE E CINCO. Segunda feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor sentiu vendo que os Judeus jogavam e repartiam suas Sagradas vestiduras.
DIA VINTE E SEIS. Terça feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra das sete palavras que o Senhor deu na Cruz. [1]
1. "Pai, perdoai-lhes, porque não sabem o que fazem". (Lc. XXIII, 34).
2. "Hoje estarás comigo no Paraíso" (Lc. XXIII, 43).
3. "Disse Jesus à Sua Mãe: Mulher, eis aí o Vosso filho. Depois disse ao Discípulo: Eis aí a vossa Mãe" (João XIX 27,27).
4. "Deus meu, Deus meu!, Por que me tens abandonado?" (Mat. XXVII, 46).
5. "Tenho sede" (João XIX, 28).
6. "Tudo está consumado" (João XIX, 30).
7. "Pai, em tuas mãos encomendo meu Espírito" (Lc., XXIII, 46).

DIA VINTE SETE. Quarta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra de quando disse o Senhor ao bom ladrão, que naquele dia seria com ele no Paraíso.
DIA VINTE E OITO. Quinta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da dor que o Senhor teve quando viu a sua Santíssima Mãe derramando muitas lágrimas, pedindo-lhe a não desamparasse, ao que respondeu o Senhor: Mulher, aí tens teu Filho; e ao Discípulo: Aí tens tua Mãe.
DIA VINTE E NOVE. Sexta feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra da hora em que o Senhor espirou na Cruz por nosso amor (DE JOELHOS – PAUSA).
DIA TRINTA. Sábado.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra de quando o Soldado abriu o lado ao Senhor, já morto, e saiu dele sangue e água.
DIA TRINTA E UM. Domingo.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra e veneração de como o Senhor foi tirado da Cruz e o recebeu sua Mãe Maria Santíssima em os braços, e da grande dor da puríssima Senhora que sentiu neste passo.
DIA TRINTA E DOIS. Segunda feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra de como foi levado o corpo do Senhor à Sepultura, sendo com muitas lágrimas sepultado.
DIA TRINTA E TRÊS Terça feira.
Rezará com devoção e com os olhos em Cristo crucificado, cinco vezes o Padre nosso, a Ave Maria e o Credo; e depois contemplará à honra do sentimento e saudades que a Senhora teve de seu Sagrado Filho deixando-o no sepulcro.



Do livreto: Visitas ao Santíssimo Sacramento e a Maria Santíssima para todos os dias do mês. Autor desconhecido. Lisboa. 1858. Typographia de Luiz C. da Cunha. 



Revisado por PALE IDEAS




[1] As sete palavras a seguir foram acrescentadas na revisão, para ajudar na contemplação.

Postagens mais visitadas deste blog

Ladainha de Nossa Senhora ou de Loreto

Orações Jaculatórias

Os benefícios de rezar pelas Almas do Purgatório

Mãe do Salvador, rogai por nós!

Mãe do Salvador, rogai por nós!
Clique e reze o Terço

Vale a pena ler

Vale a pena ver...