Informação

Este blog tem a modesta pretensão de divulgar somente orações CATÓLICAS, conforme a Santa Tradição da Igreja. Pedimos a caridade de nos informar eventual erro de digitação e/ou tradução, ou link quebrado (vejam o formulário no menu lateral). Gratos.

Pedido

"Aproveitemos o tempo para santificação nossa e dos nossos parentes e amigos. Solicitam orações, que estaremos rezando juntos, em união de orações aos Sagrados Corações."

Pesquisar neste blog

.


"Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém."

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Cinco beijos de amor no Santo Menino

Cinco beijos de amor no Santo Menino
oração a ser feita à meia-noite do S. Natal e nos momentos difíceis da vida


Beijando a mãozinha direita:
Ó meu Jesus, o que Tu quiseres eu também quero, e o quero porque o queres, ó Meu Jesus.

Beijando a mãozinha esquerda:
Jesus, o que Tu quiseres eu também quero, e o quero como o queres, ó Meu Jesus.

Beijando o pezinho direito:
Jesus, o que Tu quiseres eu também quero, e o quero quando o queres, ó Meu Jesus.

Beijando o peizinho esquerdo:
Jesus, o que Tu quiseres eu também quero, e o quero enquanto o queres, ó Meu Jesus.

Beijando o coração do Santo Menino:
Jesus, o que Tu quiseres eu também quero, e o quero porque tudo vem de Ti,
E tudo é para glória Tua e bem meu,
Seja o que for, Meu Jesus.

Ó meu Jesus, ò doce meu Senhor,
Dê-me o que vejo no Teu coração:
Dor, para que não falte em mim o amor.
Amor, para que não falte na dor.
Dor que suporta toda dor,
Amor a desprezar todo outro amor.



 

Fonte: Cartantica
Tradução e adaptação: Giulia d'Amore di Ugento

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é eminentemente de caráter religioso e comentários que ofendam os princípios da fé católica não serão admitidos. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se garantem o direito de censurar.

Vale a pena ver...

Vale a pena ler