Informação

Este blog tem a modesta pretensão de divulgar somente orações CATÓLICAS, conforme a Santa Tradição da Igreja. Pedimos a caridade de nos informar eventual erro de digitação e/ou tradução, ou link quebrado (vejam o formulário no menu lateral). Gratos.

Pedido

"Aproveitemos o tempo para santificação nossa e dos nossos parentes e amigos. Solicitam orações, que estaremos rezando juntos, em união de orações aos Sagrados Corações."

Pesquisar neste blog

.


"Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém."

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Louvor da Cruz

LOUVOR DA CRUZ



"NO DIA ETERNAMENTE alegre e eternamente lacrimoso no qual o Filho de Deus feito homem foi colocado em uma Cruz, todas as coisas de uma só vez entraram em ordem, e nesta ordem divina a Cruz se levantou sobre todas as coisas criadas. Destas, umas manifestaram a bondade de Deus, outras sua misericórdia, outras sua justiça. Apenas a Cruz foi símbolo de seu amor e o penhor de sua graça. Por Ela confessaram os confessores e foram castas as virgens, e viveram vida angélica os padres do deserto, e foram os mártires testemunhas firmes que puseram suas vidas à guilhotina, com varonil e firmíssimo semblante. Do sacrifício da Cruz procederam aquela portentosas energias com que os fracos assombraram os fortes, com que os proscritos e desarmados subiram ao Capitólio, com que uns pobres pescadores venceram o mundo. Pela Cruz, alcançam a vitória todos aqueles que combatem, e a misericórdia todos os que a pedem, e amparo todos os desamparados, e alegria todos os tristes, e consolo todos os que choram. Desde que se ergueu a Cruz no ar, não há homem algum que não possa viver no Céu antes mesmo de deixar na terra seus restos mortais; porque se ainda vives aqui pela tribulação, já estás lá pela esperança".

DONOSO CORTÉS

Juan Donoso Cortés, Marquês de Valdegamas (1809-1853) foi um filósofo, parlamentar, político e diplomático espanhol, funcionário da monarquia espanhola sob o regime liberal. Apoiou os isabelinos na Guerra Carlista. Em 1851 saiu à luz sua primeira obra famosa "Ensayo sobre o catolicismo, o liberalismo e o socialismo", o seu salto à filosofia política.


Original:

ALABANZA DE LA CRUZ


"EL DÍA ETERNAMENTE alegre y eternamente lloroso en que el Hijo de Dios hecho hombre fue puesto en una Cruz; todas las cosas a la vez entraron en orden, y en ese orden divino la Cruz se levantó sobre todas las cosas criadas. De ellas, unas manifestaron la bondad de Dios, otras su misericordia, otras su justicia. Sólo la Cruz fue símbolo de su amor y la prenda de su gracia. Por ella confesaron los confesores y fueron castas las vírgenes, y vivieron vida angélica los padres del yermo, y fueron mártires testigos firmes que pusieron sus vidas al cuchillo con varonil y constantísimo semblante. Del sacrificio de la Cruz procedieron aquellas portentosas energías con que los flacos asombraron a los fuertes, con que los proscriptos y desarmados subieron al Capitolio, con que unos pobres pescadores vencieron al mundo. Por la Cruz alcanzan la victoria todos los que vencen, y esfuerzo todos los que combaten, y misericordia todos los que la piden, y amparo todos los desamparados, y alegría todos los tristes, y consuelo todos los que lloran. Desde que se levantó la Cruz en los aires, no hay hombre ninguno que no pueda vivir en el cielo aún antes de dejar en la tierra sus mortales despojos; porque si aún vive aquí por la tribulación, está ya allí por la esperanza".


*

Vale a pena ver...

Vale a pena ler