Informação

Este blog tem a modesta pretensão de divulgar somente orações CATÓLICAS, conforme a Santa Tradição da Igreja. Pedimos a caridade de nos informar eventual erro de digitação e/ou tradução, ou link quebrado (vejam o formulário no menu lateral). Gratos.

Pedido

"Aproveitemos o tempo para santificação nossa e dos nossos parentes e amigos. Solicitam orações, que estaremos rezando juntos, em união de orações aos Sagrados Corações."

Pesquisar neste blog

.


"Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém."

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Sê puro, jovem!

Para os jovens que almejam a perfeição cristã, aqui está um ótimo auxílio. Pode também lançar mão do PDF imprimível do folheto.



SÊ PURO!

 

ALEGRIA


Vale a pena ser puro, não te parece? A pureza é um tesouro. Dá-nos saúde, alegria, felicidade, o Céu. “bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus”. Ser casto é não profanar o corpo, templo santo de Deus. “Não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, que o tendes de Deus e não sois vossos? O templo de Deus é santo e vós sois esse templo, vós sois o templo do Deus vivo” (S. Paulo).

A pureza é a mais bela virtude de um rapaz. És puro? Alegra-te: És um herói. Admiras um ás do esporte ou um grande campeão? Se ele depois da vitória fraqueja pecando e tu resistes à tentação, o campeão és tu. Ele nem sequer é digno de te desapertar os cordões dos sapatos. 

E a impureza que dá? A ruina do corpo e a ruina da alma: remorso, desonra e quantas vezes a doença, a morte e o inferno: “A maior parte das almas vai para o inferno por pecados impuros. Não duvido até afirmar que todos os que se condenam vão para o inferno ou só por este pecado ou, pelo menos, com este pecado também” (S. Afonso Maria de Ligório). O impuro é um fruto podre, flor murcha,, juventude estragada ao despontar da vida. 

Queres ser puro? Com a graça de Deus podes sê-lo. Caíste uma, talvez até mais vezes? Não desanimes! Mesmo assim podes ser casto. 

São inúmeros os rapazes que se corrigiram e agora vivem sem um único pecado mortal nesta matéria. O Céu está cheio de pecadores arrependidos. 

Para seres puro, tens que querer, querer decididamente e lutar. Tentações hás de tê-las até a morte. a vida cristã ou a conversão não tiram as dificuldades nem as más inclinações. A graça dá-nos a força de combater, resistir, vencer, não a de ficar sem tentações. Coragem! Mostrarás que és um homem de caráter, que queres verdadeiramente ser puro, se empregares os meios. São sobretudo estes:


CAMINHO


1 – Recato contigo? Sim, no vestir, despir, banhos e praias. Estás só? Deus vê tudo. E com os outros? Mais cautela ainda. O teu corpor é santo, e dos outros também;
Ai de ti se fizesse pecar alguém, sobretudo um inocente. Estarias no número dos escandalosos dos quais disse Jesus: “mais valia atarem-lhes uma pedra no pescoço e atirarem-nos ao fundo do mar”.

2 – Cuidado com a vista. Não fixes o olhar no que te pode causar tentação. Não leias livros proibidos pela Igreja, nem perigosos. Em qualquer leitura, sentes tentações violentas, que não consegues vencer? Estás obrigado a deixá-la.
Não frequentes maus cinemas. A fita que julgavas boa perturba-te? Fecha os olhos ou volta-os para o lado. E se o escândalo for grande, porque não sais?

3 – Nunca fales de coisas perigosas. Começaram os outros? Retira-te. Diz que está com pressa, que tens de ir à tua vida, a jogar, a qualquer parte. Se não puderes, muda com habilidade a conversa ou, pelo menos, cala-te e não consintas internamente.
Há problemas que te preocupam? Pergunta-os a teus pais, ou a um sacerdote. Mas não fales nunca dessas coisas com companheiros levianos.

4 – Afasta os maus pensamentos: Acometem-te muitas vezes? Não te admires. O mesmo acontece a tantos outros! Não há nisso pecado nenhum. O pecado está na deleitação consentida, na demora voluntária e maliciosa. Acode ao Coração de Jesus ou a Nossa Senhora, com uma breve oração. Depois, distrai-te com qualquer coisa: jogos, trabalhos, leituras, conversas. Ainda que o pensamento te volte muitas vezes, se não consentires, não pecas.

5 – Evita as ocasiões: bailes perigosos... determinadas festas... intimidade ou convivência com certas pessoas... Foge como de peste das más companhias. Escolhe bem os teus amigos.

6 – O teu futuro... Virás a ser chefe de família? Para tão alta missão não te poderás preparar melhor que pela castidade perfeita. Respeita as moças como as tuas irmãs ou a tua mãe. Não andes com familiaridades ou brincadeiras levianas com elas. Nem te metas em namoros, antes de poderes pensar a sério no casamento.

7 – Vive uma vida enérgica, alegre, própria dum rapaz: trabalha, estuda, lê livros proveitosos, passeia, diverte-te honestamente e entrega-te ao apostolado. Não sejas um molengas sempre à busca de comodidades, ou um efeminado que só gosta de prazeres baixos e indignos.


MAIS QUE TUDO


1 – Reza com frequência, ainda que pouco de cada vez. Vem a tentação? Recorre logo a Nossa Senhora com uma breve oração. "Ninguém pode resistir se não se recomenda a Deus quando é tentado... Quem, então, não recorre a Deus está perdido. A única defesa contra essas tentações é a oração... A castidade é uma virtude custosa. Não temos força para a guardar sem o auxílio de Deus. E Deus só concede esse auxílio a quem o pede. Quem o pede, obtém-no certamente" (Santo Afonso).
Ao levantar e deitar reza três Ave-Marias entremeadas da jaculatória: “Ó minha Mãe, livrai-me do pecado mortal”. E por que não farás também o propósito de rezar o terço todos os dias?

2 – Sê muito devoto dos Sagrados Corações de Jesus e Maria. Para que te concedam tão grande graça, oferece-lhes alguns sacrifícios, que tanto fortalecem a vontade. Os primeiros hão de ser, fugir dos perigos: livros, vistas, cinemas desonestos, conversas, más companhias. Podes acrescentar outros como: não fumar, não comer ou não beber tal coisa, não ir ao cinema, dominar a curiosidade, rezar etc.

3 – Comunga muitas vezes. Quando Jesus estiver no teu peito, pede-lhe que te faça muito puro. Ouve estas palavras dum grande apóstolo da juventude: “Encontrei muitos rapazes que na sua vida se conservaram sempre puros, mas não conheço sequer um que tenha podido manter-se casto sem a comunhão frequente. Posso assegurar que os rapazes que conseguiram levantar-se para não mais cair, quando lhes pergunto a causa principal da sua vitória, respondem sempre: a Comunhão frequente. Note-se que falo de várias centenas de rapazes puros que conheço muito bem”.
Quantas vezes hás de comungar? Responde o mesmo autor: “A comunhão mensal pode algumas vezes bastar para certos rapazes que não sentem tendências perigosas muito fortes. Entre 80 encontrei só 4 que mo afirmaram. Todos os outros confessaram-me: ‘sei-o por experiência, a comunhão mensal não basta’.” (Mons. Olgiati).

4 – Confessa-te com frequência. Seria bom procurares um sacerdote que te compreenda. E tomá-lo como confessor certo.
Sê muito sincero com ele. Conta-lhe tudo. Não te envergonhes nem sequer de lhe dizer muitas vezes as mesmas coisas. Conhece bem as fraquezas dos rapazes. Com poucas palavras entende tudo.
Propõe confessar-te logo, se for possível no mesmo dia, se alguma vez tivesses a desgraça de ofender a Deus. Como te atreves a deitar-te em pecado mortal? Podes acordar no inferno. Antes de adormecer faz sempre o Ato de Contrição.
Quando te confessares, repara bem: se não estás verdadeiramente arrependido, podes fazer uma confissão nula ou sacrílega.

5 – Toma a resolução de fazer determinado sacrifício ou rezar tal coisa por cada vez que caíres. Alguns exemplos: confessar-se, rezar um terço, ouvir Missa, fazer cinco sacrifícios custosos, não ir ao cinema, ao futebol, não fumar etc. Escolhe qualquer destas coisas e cumpre-a fielmente. Foi assim que muitos rapazes mudaram de vida. Toma também tu esta resolução: “Por amor ao Imaculado Coração de Maria e para ser puro proponho fazer... por cada vez que cair em tal pecado”.

6 – Acredita. A pureza é difícil. Mas é tal o seu encanto que merece a pena empregar todos os esforços para consegui-lo. Maria Santíssima é tua Mãe, e tão boa, tão tua amiga, que te há de ajudar a lutar e vencer. Volta-te com muito amor e confiança para o seu Coração Imaculado.


ORAÇÕES


Repete muitas vezes, sobretudo nos momentos de perigo, depois da Comunhão, ou entre as duas elevações da Missa:

1 - Coração de Jesus, fonte de toda a pureza, tende piedade de nós.
2 - Sagrados Corações de Jesus e Maria, eu vos confio a pureza do meu coração.
3 - Santa Maria, purificai o meu corpo e o meu coração (300 dias de indulg.).
4 - Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós (300 dias de indulg.).
5 - Ó Coração Puríssimo de Maria, Virgem Santíssima, obtende-nos de Jesus a pureza e a humildade de coração (300 dias de indulg.).

Sagrado Coração de Jesus, sou muito fraco e sem a Vossa ajuda tornar-me-ei um grande pecador. Pelo vosso Coração vos suplico, com todo o fervor da minha alma, que me façais puro. Tende compaixão de mim, afastai para longe os perigos, não me deixeis cair em tentação, dai-me um amor apaixonado à castidade e um amor tão intenso por Vós, que me leve a combater sempre com generosidade e coragem. Criai em mim um coração limpo, um coração digno de Vos amar e de amar a Vossa e minha Mãe Imaculada. "Sagrado Coração de Jesus, eu tenho confiança em Vós". (300 dias de indulg.). – Amigo, lê muitas vezes esta pagela!

Impresso com as devidas licenças dos Superiores e da Autoridade Eclesiástica.

1963 – 3ª edição: 100.000 a 120.000 exemplares. 

 

DO ORIGINAL:





Vale a pena ver...

Vale a pena ler