Pedido

"Aproveitemos o tempo para santificação nossa e dos nossos parentes e amigos. Solicitam orações, que estaremos rezando juntos, em união de orações aos Sagrados Corações."

Novena de São Miguel Arcanjo e dos Nove Coros d'Anjos



Novena de São Miguel Arcanjo e dos Nove Coros d'Anjos


de 20 a 28 de setembro ou a qualquer tempo

Conforme o testemunho piedoso do arquidiácono d'Évreux, o Sr. Boudon, o mais fervoroso apóstolo dos Santos Anjos no séc. XVIII, essa prática devocional obtém "graças extraordinárias". Por causa dela, ele presenciara "maravilhas... e a ruina dos poderes demoníacos nos misteres mais importantes". Além disso afiança que esse é um meio eficacíssimo para lograr o socorro do Céu durante as calamidades públicas e as dificuldades pessoais.
A Novena de São Miguel e dos Nove Coros d'Anjos pode se fazer a qualquer tempo, em comum ou sozinho. Não há fórmulas prescritas. Propomos tão-somente as orações abaixo. Pode-se, se for do agrado, adotá-las outras.
Nas condições ordinárias, pode-se lucrar uma indulgência plenária no curso da novena (em dia a se escolher) ou depois de oito dias consecutivos.
Pio IX, 26 de novembro de 1876.

A cada dia:

Recitar o Confiteor, formular o pedido, depois recitar três Pai-Nossos, três Ave-Marias, três Glórias ao Pai. Encerrar com a seguinte oração (conforme o dia)...

PRIMEIRO DIA
(em honra aos Serafins)

São Miguel Arcanjo, príncipe gloriosíssimo da milícia celeste, defendei-nos no combate contra os principados e potestades, contra as dominações desse mundo de trevas, contra os espíritos malígnos que se espalham pelo ar. Vinde em auxílio dos homens que Deus fez à imagem de Sua própria natureza, e que foram resgatados com grande usura da tirania do demônio. Ámen.
Exorcismo de Léon XIII.

SEGUNDO DIA
(em honra aos Querubins)

São Miguel, príncipe da milicia angélica, peço-vos que me atendais favoravelmente. Eu vos suplico para, naquele grande dia, tomar minha alma sob vossa santíssima guarda e conduzi-la para um lugar de refrigério, de paz e de repouso, onde as almas dos santos esperam em júbilo inefável o julgamento futuro e a glória da ressurreição gloriosa. Quer eu fale ou me cale, quer eu vigie, marche ou descance, guardai-me na consecução de todas as minhas obras, em todos os atos da minha vida. Preservai-me das tentações do demônio e das penas do inferno. Ámen.
Segundo um manuscrito do séc. XV.

TERCEIRO DIA
(em honra aos Tronos)

São Miguel Arcanjo, defensor excelente do povo cristão, para cumprir dignamente a missão que vos foi confiada de proteger a Igreja, esmagai a heresia, exterminai os cismas e confundi a incredulidade. Que a Igreja de Jesus Cristo acolha os neófitos e se cerque de reinos da terra, a fim de que ela possa povoar o Céu de almas eleitas, para a maior glória do Divino Redentor, a quem vós mesmo deveis os triunfos, os méritos e a eterna felicidade. Ámen.
Oração de Leão XIII.

QUARTO DIA
(em honra das Dominações)

Ó vós, que sois o príncipe e o porta-estandarte dos anjos fiéis, auxiliai-me sempre em vossa bondade e salvai-me. Das legiões dos anjos das trevas preservai-me, a fim de que, sob vossa direção, partilhe da luz dos anjos bons. Diante do trono do Supremo Juiz defendei-me, sustentai minha causa e afastai a cólera do Vingador Justo. Que por vosso intermédio sejam prósperos os meus trabalhos e meus repousos, os meus dias e minhas noites; e que meu pensamento esteja sempre disposto para as obras de Deus. Ámen.
Hino do séc. XII.

QUINTO DIA
(em honra às Potestades)

São Miguel Arcanjo, a quem a Santa Igreja venera como guardião e protetor, a vós o Senhor confiou a missão de introduzir na celeste felicidade as almas resgatadas. Implorai ao Deus da Paz para calcar satanás a nossos pés, a fim de que não possa mais reter os homens em cadeias e lesar a Santa Madre Igreja. Apresentai ao Altíssimo nossas orações, para que instantemente o Senhor faça-nos a misericórdia. A vós também imploramos, vós que aprisionastes o dragão, o diabo-satã da antiga serpente, e que o lançastes acorrentado no abismo, para que não mais seduzisse as nações. Ámen.
Exorcismo de Leão XIII.

SEXTO DIA
(em honra às Virtudes)

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, a fim de que não pereçamos no dia do terrível julgamento. Principe gloriosíssimo, lembrai-vos de nós, em todo o tempo e em toda a parte. Quando combatestes o dragão, do céu se ouvia uma voz que dizia: "Eis a salvação, o poder e a realeza do Deus Todo-Poderoso!" O mar se revoltou e a terra tremeu, quando descestes do Reino Celeste; vinde pois em socorro do povo de Deus. Ámen.
Traduzido de um responso em Coutances.

SÉTIMO DIA
(em honra aos Principados)

Ó São Miguel, príncipe santíssimo da milícia sagrada, a quem Deus mandou preparar e conduzir as falanges angélicas, digníssimo de todo culto, de todo louvor e de toda gratidão: esclarecei meus sentidos inferiores, fortificai meu pobre coração agitado nas tempestades da vida, elevai às alturas da sabedoria celeste minh'alma inclinada às coisas da terra; firmai meus passos vacilantes e não consenti que eu abandone o caminho que me leva aos Céus; curai as feridas de minh'alma; fazei desaparecer os resquícios de todo sofrimento que em mim engendra as misérias e a infelicidade. Ámen.
Oração de São Sofrônio.

OITAVO DIA
(em honra aos Arcanjos)

São Miguel Arcanjo, que tendes por missão reunir as orações, dirigir os combates e pesar as almas, presto homenagem à vossa beleza – em tudo semelhante a beleza de Deus e que, segundo o Verbo Eterno, como vós não há outro espírito igual. Presto homenagem ainda a vosso poder sem limites em favor daqueles que são vossos devotos, e à vossa vontade toda em harmonia com o Sagrado Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria, para o bem dos homens [1]. Defendei-me contra os inimigos da alma e do corpo. Tornai-me sensível à consolação de vossa assistência invisível e aos efeitos de vossa terna vigilância. Ámen.
[1] Ven. Filomena de Santa Colomba.

NONO DIA
(em honra aos Anjos)

Glorioso São Miguel Arcanjo, zelador excelente da glória de Deus e protetor da Igreja Universal, vós a quem o Todo-Poderoso confiou a missão de receber as almas quando da saída do corpo para apresentá-las ao Justíssimo Juiz, dignai-vos socorrer-me no meu derradeiro combate. Acompanhai meu bom Anjo da Guarda, vinde em meu auxílio e afastai para longe de mim todos os espíritos infernais. Não permitis que por eles eu seja atemorizado. Fortificai-me na Fé, na Esperança e na Caridade, a fim de que minh'alma, conduzida por vós ao julgamento, seja tão logo introduzida no lugar do repouso, para alí reinar eternamente com seu Redentor, em comunhão com as almas bem-aventuradas. Ámen.
Segundo uma antiga fórmula de oração.

Nihil Obstat :
Constantiis, die 18 a feb. 1949
L. LERIDEZ
c. d.
Imprimatur
+ JEAN
Évêque de Coutances et Avranches



Nota do tradutor: 
Esta é uma tradução que fiz duma devoção de especial apreço, a mim e meus amigos - a de São Miguel Arcanjo. Em se navegando pela net, há-de se encontrar uma devoção a São Miguel em português, mas não tão rica e nem indulgenciada como esta que vos apresento. Imagino quantos trabalhos não damos a São Miguel, que de batalhar contra o Lúcifer-Satã, quando da grande rebelião nos céus, passou a nos guiar - os pecadores e seus respectivos anjos da guarda - evitando-nos as pedras de tropeço que os demônios nos põem aos pés.

Luiz de Carvalho.


SOBRE SÃO MIGUEL ARCANJO


+
Informe aqui o seu email, para receber nossas publicações:


Delivered by FeedBurner.

Postagens mais visitadas deste blog

Ladainha de Nossa Senhora ou de Loreto

Orações Jaculatórias

Os benefícios de rezar pelas Almas do Purgatório

Mãe do Salvador, rogai por nós!

Mãe do Salvador, rogai por nós!
Clique e reze o Terço

Vale a pena ler

Vale a pena ver...