Marcadores

Pedido

"Aproveitemos o tempo para santificação nossa e dos nossos parentes e amigos. Solicitam orações, que estaremos rezando juntos, em união de orações aos Sagrados Corações."

Novidades!

Sete Domingos em honra a São José I

Sete Domingos em honra a São José


clique para ver mais imagens
Oração:

Pois sois de Deus o mais honrado, e santo sem igual:
Sede, José, nosso advogado nesta vida mortal.

Antes que tivésseis nascido, já fostes santificado, e ao eterno destinado para ser favorecido: nascestes de esclarecida linhagem e sangue real.
Sede, José, nosso advogado nesta vida mortal.

Vossa vida foi tão pura que em tudo sois em segundo depois de Maria, o mundo não viu mais santa criatura; e assim foi vossa ventura entre todos sem igual.
Sede, José, nosso advogado nesta vida mortal.

Vossa santidade declara aquele caso soberano, quando em vossa santa mão floresceu a seca vara; e para que ninguém duvidasse, fez o Céu este sinal.
Sede, José, nosso advogado nesta vida mortal. 

À vista deste milagre, todo o mundo vos respeitava, e parabéns vos dava com alegria e contentamento; publicando o casamento com a Rainha Celestial.
Sede, José, nosso advogado nesta vida mortal. 

Com júbilo recebestes a Maria por esposa, Virgem pura, santa, linda, com a qual feliz vivestes, e por ela conseguistes dons e luz celestial.
Sede, José, nosso advogado nesta vida mortal.

Ofício de carpinteiro exercitastes em vida, para ganhar a comida a Jesus, Deus verdadeiro, e a vossa Esposa, luzeiro, companheira virginal.
Sede, José, nosso advogado nesta vida mortal.

Com terno amor, vós e Deus dáveis vida a um ao outro, vós com a comida, e Ele a Vós com Seu sabor: vós Lhe destes o suor, e Ele vos deu vida imortal.
Sede, José, nosso advogado nesta vida mortal.

Vós fostes a concha fina onde com inteireza se conservou a pureza daquela Pérola Divina, vossa Esposa e Mãe digna, a qual nos tirou do mal.
Sede, José, nosso advogado nesta vida mortal.

(segue abaixo a oração do dia) 


Primeiro Domingo

A dor: Quando estava disposto a repudiar a sua Imaculada esposa.
A alegria: Quando o Arcanjo lhe revelou o sublime mistério da encarnação.

Oh! castíssimo esposo de Maria, glorioso São José, que aflição e angustia a de vosso Coração na perplexidade em que estavas sem saber se devias abandonar ou não a vossa esposa sem mancha! mas qual não foi também vossa alegria quando o anjo vos revelou o grande mistério da Encarnação!

Por essa dor e esta alegria vos pedimos consoleis nosso Coração agora e em nossas últimas dores, com a alegria de uma vida justa e de uma santa morte semelhante a vossa, assistidos de Jesus e de Maria.

Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória.


Segundo Domingo

A dor: Ao ver nascer o menino Jesus na pobreza.
A alegria: Ao escutar a harmonia do coro dos anjos e observar a glória dessa noite.

Oh! bem-aventurado patriarca, glorioso São José, escolhido para ser pai adotivo do Filho de Deus feito homem: a dor que sentistes vendo nascer ao menino Jesus em tão grande pobreza se mudou de certo em alegria celestial ao ouvir o harmonioso concerto dos anjos e ao contemplar as maravilhas daquela noite tão resplandecente.

Por essa dor e esta alegria alcançai-nos que depois do caminho desta vida possamos ir escutar as adorações dos anjos e a gozar dos resplendores da glória celestial.

Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória.


Terceiro Domingo

A dor: Quando o sangue do menino Salvador foi derramado em sua circuncisão.
A alegria: Ao ouvir o nome de Jesus.

Oh! executor obedientíssimo das leis divinas, glorioso São José: o sangue preciosíssimo que o Redentor menino derramou em sua circuncisão vos traspassou o coração; mas o nome de Jesus que então lhe deram, vos confortou e encheu de alegria.

Por essa dor e esta alegria alcançai-nos viver separados de todo pecado, a fim de expirar alegres, com o santíssimo nome de Jesus no Coração e nos lábios.

Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória.


Quarto Domingo

A dor: A profecia de Simão, ao predizer os sofrimentos de Jesus e Maria.
A alegria: A profecia da salvação e gloriosa ressurreição de inumeráveis almas.

Oh! Santo fidelíssimo, que tivestes parte nos mistérios de nossa redenção, glorioso São José; ainda que a profecia de Simão acerca dos sofrimentos que deviam passar Jesus e Maria vos causou dor mortal, sem dúvida vos encheu também de alegria, anunciando vos ao mesmo tempo a salvação e ressurreição gloriosa que dali se seguiria para um grande número de almas.

Por essa dor e por esta alegria consegui-nos de sermos do número dos que, pelos méritos de Jesus e a intercessão da bem-aventurada Virgem Maria, haverão de ressuscitar gloriosamente.

Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória.


Quinto Domingo

A dor: Em seu trabalho de educar e servir ao Filho do Altíssimo, especialmente na viagem a Egito.
A alegria: Ao ter sempre com ele a Deus verdadeiro, e vendo a queda dos ídolos do Egito.

Oh! custodio vigilante, familiar íntimo do Filho de Deus feito homem, glorioso São José, quanto sofrestes tendo que alimentar e servir ao Filho do Altíssimo, particularmente em vossa fuga ao Egito!, mas quão grande foi também vossa alegria tendo sempre convosco ao mesmo Deus e vendo derrubados os ídolos do Egito.

Por essa dor e esta alegria, alcançai-nos afastar para sempre de nós o tirano infernal, sobre tudo fugindo das ocasiões perigosas, e derrubar de nosso coração todo ídolo de afeto terreno, para que, ocupados em servir a Jesus e Maria, vivamos tão somente para eles e morramos alegres em seu amor.

Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória.


Sexto Domingo

A dor: Ao regressar a sua Nazaré por medo a Arquelau.
A alegria: Ao regressar com Jesus do Egito a Nazaré e a confiança estabelecida pelo anjo.

Oh! anjo da terra, glorioso São José, que pudestes admirar ao Rei dos céus, submetido a vossos mais mínimos mandatos; ainda que a alegria ao trazer-lhe do Egito se mudou por temor a Arquelau, sem dúvida, tranquilizado logo pelo anjo, vivestes feliz em Nazaré com Jesus e Maria.

Por essa dor e esta alegria, alcançai-nos a graça de desterrar de nosso Coração todo temor nocivo, possuir a paz de consciência, viver seguros com Jesus e Maria e morrer também assistidos por eles.

Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória.


Sétimo Domingo

A dor: Quando sem culpa perde a Jesus, e o busca com angustia por três dias.
A alegria: Ao encontra-lo em meio aos doutores no Templo.

Oh! modelo de toda santidade, glorioso São José, que havendo perdido sem culpa vossa ao menino Jesus, o buscastes durante três dias com profunda dor, até que, cheio de alegria, o achastes no templo, em meio dos doutores.

Por essa dor e esta alegria, vos suplicamos com palavras saídas do coração, intercedais em nosso favor para que jamais nos suceda perder a Jesus por algum pecado grave. Mas, se por desgraça o perdermos, fazei que o busquemos com tal dor que não achemos sossego até encontrá-Lo benigno sobre tudo em nossa morte, a fim de irmos ao céu e cantar eternamente convosco suas divinas misericórdias.

Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ladainha de Nossa Senhora ou de Loreto

Orações Jaculatórias

Os benefícios de rezar pelas Almas do Purgatório

Mãe do Salvador, rogai por nós!

Mãe do Salvador, rogai por nós!
Clique e reze o Terço

Vale a pena ler

Vale a pena ver...