Informação

Este blog tem a modesta pretensão de divulgar somente orações CATÓLICAS, conforme a Santa Tradição da Igreja. Pedimos a caridade de nos informar eventual erro de digitação e/ou tradução, ou link quebrado (vejam o formulário no menu lateral). Gratos.

Pedido

"Aproveitemos o tempo para santificação nossa e dos nossos parentes e amigos. Solicitam orações, que estaremos rezando juntos, em união de orações aos Sagrados Corações."

.


"Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém."

sábado, 1 de junho de 2013

A Grande Promessa do Sacratíssimo Coração de Jesus - 1º dia

O mês de Junho é o mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus e, por isso, vamos dedicar boa parte das publicações a essa dulcíssima devoção. 

Começaremos publicando capítulos do livro "A Grande Promessa do Sacratíssimo Coração de Jesus", do Frei Salvador do Coração da Jesus, Terciário dos Menores Capuchinhos.  

Hoje, publicamos o começo do livro, prefácios e que tais... As imagens são da web.


* * *





PUBLICADO A PEDIDO DE UM SACERDOTE AMIGO

Frei Salvador do Coração da Jesus
Terceiro dos Menores Capuchinhos

A GRANDE PROMESSA DO SACRATÍSSIMO CORAÇÃO DE JESUS

 
Tradução do italiano, com autorização do autor por uma zeladora do Apostolado da Oração


“A todos os que comungarem na primeira sexta-feira em nove meses consecutivos, eu prometo a graça da penitência final: Eles não morrerão no meu desagrado, mas receberão os santos sacramentos, e o meu coração será para eles asilo seguro naquele momento extremo”.   


(Reservam-se os direitos. )

RE-IMPRIMA-SE

Mons. LEOPOLDO NEIS
Vigário Geral

* * *

Frei Salvador do Coração da Jesus
Terceiro dos Menores Capuchinhos

A GRANDE PROMESSA DO SACRATÍSSIMO CORAÇÃO DE JESUS


Tradução do italiano, com autorização do autor, por uma zeladora do Apostolado da Oração.
DUAS PALAVRAS PARA A PRIMEIRA EDIÇÃO

Eis que aparece em língua vernácula um opusculozinho, aliás insignificante quanto ao número de páginas, mas de um valor totalmente superior ao seu volume. Realmente, é este um livrinho de valor incalculável. Lendo suas páginas escritas por um convertido, sente-se um como bálsamo a entrar-nos pela alma para logo manifestar-se no desejo ardente de fazê-lo.

Esperamos, pois, que ele tenha larga difusão por todo o Brasil e que leiam também os campônios, a cujas inteligências menos cultas adaptamos a linguagem. Esperamos, outrossim, que os apóstolos do Sagrado Coração de Jesus surjam aos milhares, a fim de socorrerem a tantos que andam pelo caminho da perdição, fazendo-os voltar ao caminho do céu. E qual o coração tão endurecido que possa resistir aos convites amorosos, aos apelos* suplicantes do Coração de Jesus, que chegou aos últimos extremos na Grande Promessa?

Propagai, portanto, “A Grande Promessa” e sereis apóstolos tendo os vossos nomes inscritos no Coração de Jesus, onde jamais serão apagados.

A tradutora





* * *



PRÓLOGO DA 3º EDIÇÃO BRASILEIRA

A primeira edição do presente opúsculo, que foi de 5. 000 exemplares, esgotou-se em poucos meses. A segunda edição, também de 5. 000, está esgotada há vários meses. O nosso modesto apelo foi ouvido e a aceitação de “A Grande Promessa” excedeu toda a expectativa. O bem que terá feito, provavelmente, não foi menor. Esperamos, pois, benévolo acolhimento também para o futuro, de modo que as edições se possam, para maior glória do Coração de Jesus, multiplicar sucessivamente, como na Itália o original, o qual em menos de quatro anos, teve quarenta edições com nada menos de 300. 000 exemplares.

Trabalhai, pois, para a boa causa, que a recompensa não se fará esperar.

PREFACIO DA 1º EDIÇÃO ITALIANA

É bom saber... que eu, como o filho pródigo, tinha abandonado o redil do Bom Pastor. Ingrato! Eu tinha à minha disposição as pastagens mais belas e perfumadas... tinha os cuidados mais assíduos... as mais doces, as mais ternas carícias. Ingrato! E eu abandonei, fugi para bem longe daquele que me seguia, chamando-me com os nomes mais carinhosos que só o amor é capaz de pronunciar... Oh, quão ingrato que fui! Às finezas do amor dum Deus respondi com a repulsa, maltra-tando-o. Oh! que ingrato!

Eu vivi durante muitos anos, sem nem sequer pensar no bom Pastor... Oh! negra ingratidão!

Mas um dia, de repente, uma lembrança me assalta... e sem querer, Vem-me ao pensamento a idade feliz da minha infância... Relembro-me de que por nove meses consecutivos, eu me tinha prostrado aos pés de Jesus para recebê-lo na Santa Comunhão. “A Grande Promessa” do SS. Coração de Jesus triunfara, Jesus no excesso de misericórdia de seu amor se tinha lembrado dessa ovelhinha desgarrada.

Hoje finalmente, cumpro a promessa, executo o voto que eu então fiz de publicar esta graça extraordinária, a fim de persuadir a todos: Que é impossível que se condene aquele que faz as nove primeiras sextas-feiras em honra do Sagrado Coração de Jesus, pois será sempre fiel à sua Grande Promessa. 


Lede estas poucas páginas e ficareis persuadidos.

Dia do Perdão de Assis de 1923. Salvador do Coração de Jesus Frade Terceiro dos Menores Capuchinhos. 

Do Livro: "A Grande Promessa do Sacratíssimo Coração de Jesus". Frei Salvador do Coração da Jesus. Terceiro dos Menores Capuchinhos.

* * *

Informe aqui seu e-mail para receber as publicações do Thesaurus Precum: Delivered by FeedBurner

.